14.7.13

A Espírita Inconformada


Um exemplo real que também podemos citar foi o de uma senhora com algumas décadas de atividades em centros espíritas, que perdeu a visão dos dois olhos, sem que os médicos pudessem diagnosticar a causa.

Ao pedir explicações a um benfeitor espiritual, por meio de um médium da casa, este lhe disse que a perda da visão refletia um reajuste cármico.

Porque em uma encarnação anterior ela fora uma mulher muito bela, e um escravo teve a ousadia de apaixonar-se por ela.

Ofendida, mandou que lhe furassem os olhos para que não mais pudesse vê-la.

O detalhe de ela ter perdido a visão com mais de cinquenta anos de idade, ou seja, viveu a maior parte da vida vendo normalmente.

Deveu-se ao fato de nesta encarnação ter-se dedicado muito a ajudar necessitados de toda natureza.

O amor dedicado aos outros diminuiu muito o peso do seu carma.

E, como disse o apóstolo: "O amor cobre uma multidão de pecados".

Nenhum comentário: