1.8.11

Conversa ou Trabalho


Numa singela sala residencial, em Pedro Leopoldo, a conver­sação ia animada.

Muitos assuntos.

Muitas referências.

A palestra começara às cinco da tarde e o relógio anunciava onze da noite.

Chico ia começar uma variação de tema, quando viu Emmanuel a chamá-lo para o interior doméstico.

O Médium pediu licença e foi atender.

- Você sabe que hoje temos a tarefa do livro em recepção e já estamos atrasados... - falou o amigo espiritual.

- É verdade, - concordou o Chico - entretanto, tenho visitas e estamos conversando.

- Sem dúvida - considerou o Guia - compreendemos a oportunidade de uma a duas horas de entendimento fraterno para atender aos irmãos sem objetivo, porque, às vezes, através da bana­lidade, podemos algo fazer na sementeira de luz... Mas não enten­do, seis horas a fio de conversação sem proveito.

O Médium nada respondeu.

Indeciso, deixara correr os minutos, quando Emmanuel lhe disse:

- Bem, eu não disponho de mais tempo. Você decide. Con­verse ou trabalhe.

Chico não mais vacilou.

Deixou a palestração que prosseguia, cada vez mais acesa na sala e confiou-se à tarefa que o aguardava com a assistência gene­rosa do benfeitor espiritual.

Livro: Lindos Casos de Chico Xavier - 54
Ramiro Gama

PAZ

Nenhum comentário: