15.4.11

Dócil Argila



A infância é dócil argila
Fácil de ser moldada
Se lhe derem atenção
E não deixá-la abandonada
Nas mãos de um bom oleiro
Se transforma bem ligeiro
No bem, a que está fadada.

Argila, no campo largada
Logo vira lamaçal
No seu seio prolifera
Tudo que é ruim e faz mal
Com ela, todo cuidado
Deve ser multiplicado
Ela, é um ser sem igual.

Não deixe passar a infância
Ao teu lado, ignorada
A ela, abre os teus braços
E acolhe, sem dizer nada
Envolve-a no teu carinho
Ilumina o seu caminho
Clara luz da alvorada.

Ela vê os teus exemplos
E, a ti irá imitar
Vê bem o que tu fazes
Qual exemplo vais passar
Pois tu és o responsavél
Bom ruim, ou agradável 
A quem ela irá buscar.

Criança não se maltrata
Nem mesmo com uma flor
Não se bate nem se xinga
Se cuida com todo amor 
Ela quer ser entendida
Aceita e compreendida
Que não seja pela dor!

Não importa quem está
No corpinho a habitar
Se é amigo ou inimigo
Que  veio pra se vingar
Se a hora é do resgate
Acolhe, quem abandonaste
Noutra vida, a pelejar

A Infância representa
A mais santa ocasião
De viver com o desafeto
No exercício do perdão
Esquecer a vida passada
Que além, jaz sepultada
E faz bater o coração...

Doce clima de emoção!


bjs,soninha

10 comentários:

orvalho do ceu disse...

Soninha querida

"Então ficaram todas as crianças a sua INFÂNCIA a passar seus anéis azuis de orvalho".

Que ser encantador vc se revela pelas palavras!!!
Dócil com a argila uma vez umedecida pelo carinho é, com efeito, a infância feliz!!!
Fiquei encantada com a imagem que ilustra o seu post...
Me recordei do cantinho que tinha minha filha pro netinho... com uma cadeirinha e enfeitada com um cartaz alusivo... e ele ficava quietinho... eu nem o podia salvar... Que dó!!! Mas é preciso, claro!!! Ele é o docinho de coco que vc mencionou no outro post que precisa ser saboreado devagarzinho... assim como a infância...
Enfim, uma infância feliz é como vc retratou em diversos nuances em seus delicadíssimos posts sobre o Tema... parabéns, menina!!!

Hoje, o meu desejo de paz e alegria é para vcs que:

"...estendem o seu conceito
de vida,
e a veem na gota de orvalho".
(Lice)

Obrigada pela sua linda participação...

Orvalho do Céu é uma “Chuva de Néctar da Verdade”... ou Palavras de Deus...

É isso que lhe desejo nesse tempo que estamos entrando...
Uma Abençoada Semana Santa e uma Páscoa extremamente feliz!!!
Bjs de paz e achocolatados

Gina disse...

Soninha,
Essa poesia ficou o máximo!
Ao mesmo tempo que fala da ternura da infância, fala da responsabilidade que temos com a educação.
E você não esqueceu de mencionar a questão do perdão, palavrinha difícil de pôr em prática.
Um ótimo final de semana!

Socorro Melo disse...

Oi, Soninha!

Estou encantada, quantas gotinhas de luz por aqui!
Também participo da BCFV. Adorei sua participação. O poema está perfeito. Adoro poemas, e vez em quando arranho algum, kkk

Beijo GRANDE
Socorro Melo

Bel Rech disse...

Linda...Paz e bem

Mari Amorim disse...

desculpe-me pelo atraso,mas com essa fantástica coletiva e interação,com sua postagem tão contudente saio com meu aprendizado em dia!
Obrigada pelo carinho da visita
Boas energias,paz,saúde,sucesso!
Mari

Luma Rosa disse...

Soninha, você não existe!! Estou adorando as suas postagens nessa coletiva!! + beijus,

AnaCristina disse...

estou na blogagem coletiva fases da vida: http://anacristinap.blogspot.com/2011/04/blogagem-coletiva-fases-da-vida.html
passa la pra dar uma espiada, orbigada
anacristina

Lucinhashomeandgarden disse...

Uma linda poesia.
Criança tem que ser amada e respeitada.
Beijos

RUTE disse...

Parabéns Soninha!
Muito lindo o poeminha!
Adorei a conotação da infância com a argila.
Beijo Transatlântico,
Rute

Zilda Santiago disse...

Esta coletiva está surpreendente mesmo!!!Saúde e paz!!