25.12.10

CANTIGA DE NATAL



CANTIGA DE NATAL 


Eis o Natal brilhando novamente...
Sob as lembranças em que me aprofundo,
Revejo-te, Jesus, sobre a palha singela
No Grande Alvorecer, iluminando o mundo.


Torno a escutar os anjos e os pastores
Na divina canção que o tempo nos descerra:
- “Glória a Deus nas Alturas, paz aos homens,
Boa vontade para toda a Terra!...”


Parece-nos reter na estrela inesperada
A resposta de Deus à profecia,
Enviando às nações a Lei do Amor
Em celestes mensagens de alegria.


Os séculos passaram, muitas vezes
Vendo o império da morte em lutas fratricidas;
No entanto, quanto mais a treva surge e passa,
Mais dominas, Senhor, em nossas vidas.


Sabemos nós que a inteligência humana,
Senhoreando agora a ação de nobres gênios
Arma novo conflito em que se apaguem
Os ódios e ambições de passados milênios...


Entretanto, no mundo, o amor se estende,
O progresso do bem se espalha e avança,
Unem-se os templos para a mesma fé,
A caridade é luz de socorro e esperança.


O Natal reaparece... A Terra inteira
Renova-se ao clarão de Sol renovador.
E cantamos, Jesus, sentindo-te a presença:
- Louvado seja Deus! Bendito seja o amor!...


Maria Dolores


Mensagem recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier, 
no Grupo Espírita da Prece, em reunião pública da noite 
de 26 de setembro de 1981, em Uberaba, Minas Gerais.


bjs,soninha


Nenhum comentário: