4.12.10

PROGRESSÃO DA ALMA ANIMAL IX




Como os animais, as plantas nascem, vivem, crescem, nutrem-se, respiram, reproduzem-se e morrem. Como aqueles, precisam elas de luz, de calor e de água; estiolam-se e morrem, desde que lhes faltem esses elementos. A absorção de um ar viciado e de substâncias deletérias as envenena.

Oferecem como caráter distintivo mais acentuado conservarem-se presas ao solo e tirarem, dele a nutrição, sem se deslocarem. O zoófito tem a aparência exterior da planta. Como planta, mantém-se preso ao solo; como animal, a vida nele se acha mais acentuada: tira do meio ambiente a sua alimentação. (A Gênese - Cap. x- Perg. 24)

Comentáríos: De fato, os vegetais possuem, em sua maioria, vida fixa, isto é, estão presos ao solo de onde tiram as substâncias nutrientes. Mas há os poríferos que também têm vida fixa, sem serem vegetais.

Ambos os grupos podem se intoxicar com produtos deletérios concentrados no ambiente, contudo os representantes do reino animal são mais sensíveis, pois necessitam totalmente do ambiente para buscar seus nutrientes, enquanto os vegetais fabricam o seu, em parte.

 
 
Marcel Benedeti
fonte:site Comunidade Espírita

bjs,soninha





Nenhum comentário: