27.2.13

Trovas Espíritas


Quem presta só para si,
preso ao que mais lhe convém,
nunca tem utilidade,
nem serve para ninguém.

**

Serás feliz se a bondade
a tua vida coroa,
quem mais ajuda, mais sabe,
quem mais sabe, mais perdoa.

**

Lisonja é moeda falsa
cunhada pela ilusão
que a nossa própria vaidade
coloca em circulação.

**

Evita a bajulação
que te aparece na estrada,
a língua do adulador
é qual lâmina de espada.

**

Aprende a orvalhar de luz
o afeto de teu caminho,
se queres amar a rosa,
não lhe condenes o espinho.

**

Na defesa da saúde,
usa a prudência e a bondade,
por vezes, mudar de médico
é mudar de enfermidade.


Casimiro Cunha // Chico Xavier

Nenhum comentário: